Mutirão de combate à Dengue é intensificado em áreas de difícil acesso em Piripá

O combate ao mosquito Aedes aegypti, vetor de transmissão da Dengue, Zika e Chikungunya, foi intensificado , no município de Piripá, no sudoeste baiano. Desde as primeiras horas do dia, agentes municipais de combate às endemias realizam a aplicação de larvicida em locais críticos, como caixas d’água de difícil acesso e em áreas residenciais da cidade.

Piripá é um dos 38 municípios baianos em epidemia de Dengue. A ação coordenada entre Governo do Estado e Município tem o objetivo de exterminar os focos do mosquito através da eliminação de água parada e aplicação de larvicida. O Governo da Bahia montou uma força-tarefa de combate ao mosquito e assistência à saúde em diversas regiões do Estado, com a distribuição de larvicidas, equipamentos e carros fumacês para reforçar os trabalhos dos municípios.

Secretária da Saúde do Estado, Roberta Santana, destaca a importância da ação conjunta entre diferentes entes públicos e a comunidade para enfrentar o aumento do número de casos. “A Secretaria da Saúde do Estado, através do Governo da Bahia, vem realizando uma série de ações para combater o Aedes aegypti nos 417 municípios baianos, como a aquisição de novos carros fumacês, distribuição de aproximadamente 12 mil kits para os agentes de Combate às Endemias, intensificação dos mutirões de limpeza com o auxílio das forças de segurança e emergência, além da utilização de agentes com bombas costais em diversas cidades”, explica.

 Piripá e Jacaraci, ambos em epidemia de Dengue, receberam um mutirão de limpeza e assistência à saúde que reuniu mais de 100 profissionais das forças de saúde, resgate e segurança. Com o apoio dos agentes municipais de combate às endemias, bombeiros militares munidos de bombas costais percorreram ruas e casas, enquanto as equipes da vigilância epidemiológica estadual faziam a entrega de medicamentos, insumos e equipamentos para auxiliar a prefeitura na assistência aos pacientes.

38 municípios em epidemia

A Bahia registrou, de 1º de janeiro a 17 de fevereiro de 2024, 8.674 casos de Dengue, um incremento de 21,7% no comparativo com o mesmo período do ano passado. Atualmente, a Bahia tem três óbitos confirmados, sendo dois residentes de Jacaraci e um de Piripá.

Atualmente, 38 municípios se encontram em epidemia. São eles: Anagé, Barra do Choça, Barra do Mendes, Barro Alto, Belo Campo, Bonito, Brejões, Canarana, Caturama, Condeúba, Encruzilhada, Feira da Mata, Ibiassucê, Ibicoara, Ibipitanga, Ibitiara, Igaporã, Ipiaú, Iramaia, Irecê, Iuiú, Jaborandi, Jacaraci, Lajedão, Macaúbas, Manoel Vitorino, Matina, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucugê, Novo Horizonte, Piripá, Presidente Jânio Quadros, Quixabeira, Serrolândia, Tanque Novo, Uruçuca e Vitória da Conquista. Outras 19 localidades são consideradas áreas de alerta.

Fonte: Ascom/Sesab