Governo Municipal leva projeto Suas na Comunidade à população de Inhobim

 

A região de Inhobim foi a escolhida pelo Governo Municipal para receber mais uma edição do projeto Suas na Comunidade, na manhã deste domingo (18). Além dos moradores do próprio distrito, a iniciativa beneficiou pessoas que moram em povoados próximos, como Matinha, Queimadas, Assentamento Cipó, Assentamento Baixão, Sossego, Cedro, Russo e Barro Vermelho, entre outras localidades.

A ação, que é organizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), em articulação com outras secretarias, foi realizada em frente ao Posto de Atendimento Avançado ao Cidadão (PAAC/Subprefeitura) de Inhobim. A população teve acesso a vários serviços socioassistenciais, além de atendimento disponibilizado por entidades parceiras, como a Defensoria Pública da União (DPU).

Para os lugares em que havia maior dificuldade de deslocamento, a Prefeitura disponibilizou veículos para transportar as pessoas de forma gratuita. Ou seja, além de ter um acesso facilitado às políticas públicas, num local bem mais próximo de suas casas, esses moradores também economizaram o dinheiro que seria gasto com as passagens.

Foi esse o caso da agricultora Helenilza Carvalho, que mora no povoado de Queimadas e foi a Inhobim para renovar seu cadastro no programa federal Bolsa Família. “Agradecendo a Deus porque colocaram o carro para nos pegar, porque nós não tínhamos como vir. Lá é muito difícil de arrumar um carro para poder vir até aqui. Deus abençoou que eles colocaram o carro. Então, nós viemos”, informou Helenilza, que agradeceu também pela possibilidade de resolver essa demanda sem ter de se deslocar até a zona urbana de Vitória da Conquista.

“Para ir para Conquista, as passagens são caras. E tem hora que a gente vai e nem dá tempo de resolver, e a gente não tem onde ficar lá. Foi bom demais. Nem só para mim, mas também para as outras colegas , explicou a lavradora.

Quem também se beneficiou com a gratuidade do transporte foi um grupo de moradores dos povoados de Barro Vermelho, Sossego, Cedro, Roça Nova e Russo. A líder comunitária Sara Santos Oliveira, presidente da associação local de moradores, foi quem reuniu as pessoas que precisavam ir até o Suas na Comunidade. “Muitas pessoas teriam que sair das suas comunidades e ir para Vitória da Conquista, tendo que pagar as passagens para poder ocupar um dia e fazer cada um dos serviços que oferecem. E eles estão podendo fazer aqui mesmo. E foi bom, porque a gente teve o carro para vir trazer esse pessoal”, disse Sara.

“É um momento de a gente aproveitar essa oportunidade e ter mais tranquilidade de voltar mais cedo pra casa. E também de não precisar pagar as passagens”, observou a líder comunitária.

“Carinho, amor e cuidado”

Ao falar à comunidade, a prefeita Sheila Lemos resumiu os objetivos do Suas na Comunidade: “É isso o que a gente vem fazer: é fazer com que, a cada dia, a comunidade fique mais próxima do Governo. A gente está aqui para fazer um trabalho para vocês. Para realmente trazer o Governo para perto da comunidade. É isso que a gente quer, é isso que a gente faz, é esse o nosso lema”.

“Não é fácil fazer política pública na zona rural”, destacou a gestora, que enumerou os investimentos recentes na recuperação e manutenção de estradas vicinais, além da busca por soluções que minimizem os efeitos das estiagens e da possibilidade de ouvir sugestões dos próprios moradores, através do programa Governando com as Pessoas.

“Agradecemos a todos os secretários que estão aqui com suas equipes para atender a comunidade, num dia de domingo, que seria de folga para os servidores. Mas estamos aqui, atendendo todos vocês com muito carinho, amor e cuidado. Por ser um Governo de pessoas, a gente tem que pensar nas pessoas todo o tempo”, disse ainda a prefeita.

A respeito do abastecimento hídrico, a prefeita anunciou uma novidade para os moradores de Inhobim: a aquisição, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (SMDR), de duas novas bombas para o sistema local de abastecimento. Os aparelhos são mais modernos e possuem maior capacidade de pressão, o que fará com que a água seja bombeada com mais eficiência para as ruas localizadas nas áreas mais altas do distrito. “Elas vão ter mais pressão para jogar a água para as ruas lá de cima. A bomba antiga vai para a manutenção, e vai ficar aqui como uma bomba reserva”, explicou Sheila.