O que não pode faltar no planejamento financeiro da sua empresa para 2022? Especialista explica

Equilibrar os pratos para manter o caixa no azul vem sendo ainda mais desafiante para as micro e pequenas empresas desde o início da pandemia, que ainda não terminou. Porém, a retomada gradativa das atividades dos mais variados segmentos faz acender a luz no fim do túnel e exige atenção, organização e, sobretudo, planejamento.

 “Um planejamento financeiro é combinado por vários pontos descritos de forma desenhada, visando tornar a administração do capital da empresa mais fácil. Para criá-lo de forma assertiva, é necessário observar todos os quesitos de forma criteriosa, avaliar os dados necessários e montar o documento”, explica o contador, especialista em finanças e diretor da Impacto Contabilidade Luiz Alberto de Jesus.

Para fazer o ano de 2022 diferente, confira o que não pode faltar no planejamento financeiro da sua empresa, de acordo com o especialista:

1 – Avalie a situação real da empresa

Como ter controle de algo que você não conhece? Impossível. Sua missão principal é fazer um estudo amplo de todas as questões financeiras, tanto as quantias que entram quanto as que saem do caixa. Para que esse estudo seja confiável, o ideal é ter em mãos todas as notas fiscais, recibos, contratos e demais documentos que possam comprovar os lucros, assim como os gastos fixos e variáveis da empresa.

2 – Defina os objetivos

Para que você quer fazer um planejamento financeiro? Qual são os objetivos? Evitar gastos desnecessários? Colocar as contas em dia? Aumentar o faturamento? Diante das diversas possibilidades, o planejamento financeiro pode funcionar para colocar um novo projeto em prática, lançar um novo serviço ou tornar a empresa mais organizada, por exemplo. Em qualquer cenário – que pode, inclusive, contar com todos os objetivos listados -, é necessário pontuar tudo que será colocado em prática e os respectivos valores necessários para executar cada ação.

3 – Monte um plano de ações

Após definir os objetivos, monte um plano de ações, ou seja, defina como irá funcionar o planejamento financeiro. Esse processo é minucioso, precisa descrever com riqueza de detalhes todas as fases que deverão ser cumpridas para alcançar os resultados pré-determinados.

 

 

por: Lu Amâncio Assessora de Comunicação