O Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez é celebrado

O Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez é celebrado em 10 de novembro. A data foi criada para ser o símbolo de luta pela educação, conscientização e prevenção relacionados à surdez e à saúde auditiva. De acordo com dados do Ministério da Saúde (MS) casos de surdez de origem genética correspondem em até 50% dos casos de surdez congênita. Além disso, doenças infecciosas podem acometer o bebê ainda na gestação podendo provocar a surdez congênita. É aqui que entra a Fundação Municipal de Saúde (FSVC) por meio do Hospital Esaú Matos, que promove o acompanhamento tão necessário para prevenir e tratar precocemente, dentre outros problemas, a surdez congênita.

Segundo informou o fonoaudiólogo do Hospital Esaú Matos, Jorge Fernando Cunha Junior, tudo começa na Triagem Auditiva Neonatal (TAN), mais conhecida como Teste da Orelhinha, que é realizada em todos os bebês quando nascem. No Esaú são realizados em torno de quatrocentos e cinquenta testes por mês nos setores de neonatologia e pediatria. “O teste é importante na detecção precoce de algum tipo de deficiência auditiva em que a gente pode intervir e minimizar os danos no entorno da linguagem oral”, explicou o fonoaudiólogo. “Aqueles bebês com indicação de fatores de risco, prematuridade, com histórico familiar de surdez, ou que a mãe teve o contato com doenças como toxoplasmose, citomegalovírus e doenças sexualmente transmissíveis, todos esses são fatores de risco pra o desenvolvimento da surdez”, completou.

O Teste da Orelhinha é um procedimento obrigatório por lei desde 2010, mas o Esaú Matos se destaca por ser o único hospital na região sudoeste que realiza toda a Triagem Auditiva Neonatal gratuitamente pelo SUS, que pode ser feita após o nascimento, até a alta hospitalar, ou por agendamento. Quando se detecta algum problema nesta triagem, a equipe do Esaú dá os encaminhamentos necessários para que a criança receba toda a atenção que precisa. “Nós, então, encaminhamos esses bebês para o Centro de Referência da Prefeitura (Cemerf) onde eles serão assistidos juntamente com o Hospital Esaú Matos”, explicou o fonoaudiólogo.

No dia dedicado à prevenção da Surdez, o Hospital Esaú Matos e toda a FSVC chamam a atenção sobre o assunto. Durante esta semana, estaremos realizando a divulgação de informações e outras ações sobre o tema, reafirmando o nosso papel junto à comunidade, procurando sempre promover a humanização e o bem estar de todos.