Viviane lamenta assassinato de mais uma mulher e conclama sociedade para luta contra o feminicídio

Na sessão da Câmara Municipal, a vereadora Viviane Sampaio (PT) falou sobre o assassinato da jovem Sashira Camilly, praticado pelo ex-namorado e mais dois cúmplices, mais um caso de feminicídio em Vitória da Conquista. A parlamentar advertiu que Camilly, infelizmente, não foi a primeira e nem será a última vítima desse tipo de crime. “Como vereadora e presidente da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Defesa da Mulher, estive ali [no velório] prestando as minhas condolências aos familiares”, disse. Ela ressaltou que recebeu um pedido do padrasto de Camilly, Célio Barbosa, para que a pauta do combate ao feminicídio seja abraçada pela Câmara. 
Viviane alertou para o aumento nos casos de violência contra a mulher durante a pandemia. Ela citou estudo que aponta que 17 milhões de mulheres sofreu algum tipo de violência entre 2020 e 2021, com prevalência maior entre jovens negras e separadas. A edil apelou para que toda a sociedade se engaje no movimento nacional Levante Feminista Contra o Feminicídio, que tem como o dia 25 de cada mês uma data de intensificação da luta contra essa problemática. “Quem mata uma mulher, mata a humanidade”, alertou. 
A parlamentar se solidarizou com a Tribuna Livre que reuniu defensores de pessoas com deficiência ou transtornos e cobrou dos órgãos governamentais que as demandas desse público sejam atendidas de forma integral pela rede de saúde.