Edivaldo explica retirada do regime de urgência aos projetos do FINISA

O líder do Governo na Câmara Municipal, Edivaldo Ferreira Júnior (MDB), iniciou seu pronunciamento na sessão  parabenizando todos os professores, em nome do vereador Professor Cori.
Em seguida, Edivaldo Ferreira esclareceu a necessidade de retirada do regime de urgência dos projetos nº 14 e 15. “Está previsto no Regimento Interno, o caráter de urgência, não é nada ilegal”, explicou. Segundo ele, a necessidade de realizar o empréstimo em caráter de urgência é “para trazer benefícios mais rápidos à população, não tem nada demais”.
Segundo o vereador, dentro do processo de discussão que requer o empréstimo, tem sido preservada a transparência, e como a Bancada de Oposição solicitou um tempo maior para analisar os projetos, “contamos com a compreensão do prefeito, que aceitou”. Disse ainda que o prefeito tem “ajudado para que possamos entender o processo”, e  lembrou que quatro secretários estiveram na Câmara explicando como se dará o processo de empréstimo. “Acatamos o pedido da bancada, que é competente e comprometida com a nossa população, por isso aceitamos o pedido”, disse.
Finalizou informando que os dois projetos do Executivo, tanto o de iluminação, como o de obras, saneamento e reformas, são importantes para o município. “Quero dizer que estou há aproximadamente 5 meses como vereador e não quero assumir protagonismo. Sou líder de governo e estou aqui para exercer o meu papel de fazer a interlocução, servir aos meus colegas, e dentro do possível, contribuir para melhorar o nosso município”.